Mais 25 leitos estarão disponíveis após o término da obra de ampliação do Grande Trauma do Hospital Geral de Roraima (HGR). Iniciada pelo Governo do Estado no final de julho deste ano, a construção está 12% concluída.

Com a ampliação, o Grande Trauma passará a ter 49 leitos. Os recursos para a obra são de emenda parlamentar do deputado Federal Hiran Gonçalves (Progressistas) no valor de R$ 2.714.857,53.

Atualmente, a obra está na fase de instalação da subestação abrigada, construção das canaletas de ligação entre a subestação nova e a antiga, além das fundações do bloco de ampliação do grande trauma. A previsão para a conclusão da obra é março do próximo ano.

Publicado em Notícias

A assinatura do Termo de Retomada da Recuperação da RR-325, feita pelo governador de Roraima, Antonio Denarium, e o secretário estadual de Infraestrutura, Edilson Lima, simbolizou o retorno da obra de pavimentação da rodovia que estava paralisada desde o ano passado. A estrada liga os municípios de Mucajaí, onde foi a solenidade nesta sexta-feira (1), e Alto Alegre.

A imagem pode conter: 6 pessoas, pessoas sorrindo

A RR-325, com 143 km de Mucajaí a Alto Alegre, receberá serviço de manutenção em 100% da rodovia. Estão incluídos 18 km de pavimentação totalmente nova, que atinge trechos urbanos dos dois municípios. O investimento inicial é de R$ 5.800.000,00, oriundos do desbloqueio da CIDE (Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico).

O governador Antonio Denarium falou do compromisso em concluir a obra e do benefício para os moradores da região.

“Compromisso do Governo de Roraima em trabalhar para retomar todas as obras que estavam paradas. A RR-325 está completamente destruída. É nosso compromisso valorizar todos os que trabalham e produzem no nosso Estado, recuperando e asfaltando as estradas” disse o governador.

A obra de manutenção da rodovia RR-325 inclui ainda recuperação asfáltica com tapa-buraco, sinalização horizontal e vertical, roçagem manual e mecânica, entre outros serviços. A previsão para o término dos trabalhos é maio de 2020.

Os trabalhos de recuperação da RR-325 são possíveis graças ao desbloqueio de recursos da CIDE. O retorno da obra tinha sido determinado pelo governador Antonio Denarium quando ele ainda não tinha tomado posse neste ano, como explica o secretário estadual de Infraestrutura, Edilson Lima.

“Desde a Intervenção Federal [de 11 a 31 de dezembro de 2018] o governador Antonio Denarium determinou que fosse dado andamento em todas as obras e esta da RR-325 era uma delas. O governador foi à Brasília e solicitou do Ministério da Infraestrura o desbloqueio dos recursos. Graças a isso essa obra recomeça hoje”, detalhou o secretário.

A RR-325 atinge diretamente aos moradores e produtores da região. Vicinais de vilas que se interligam com a RR-325 também serão beneficiadas, como: Roxinho, Campos Novos, Samaúma, Vila Boa Esperança, entre outras que ficam no caminho entre Mucajaí e Alto Alegre. A prefeita de Mucajaí, Eronildes Gonçalves “Nega”, falou dos benefícios de uma boa estrada.

Nenhuma descrição de foto disponível.

“Vai começar pelo marco zero [sede do município], essa rua que os moradores sonham que haja melhorias. Eles sofrem na época da chuva. Todos os que transitam pela RR-325 e nas vicinais próximas serão beneficiados com uma estrada melhor”, afirmou a prefeita.

O morador de Mucajaí, Ronilson Vasconcelos, auxiliar técnico de som, reitera as palavras da prefeita “Nega” e cita a atual situação de quem mora região.

“O tráfego vai ficar melhor, comparando com o que já foi no passado com piçarra, sem contar o asfalto que não existe mais em alguns trechos”, comentou o auxiliar técnico.

Estavam presentes na cerimônia os deputados federais Édio Lopes e Shéridan Oliveira, os deputados estaduais Soldado Sampaio e Aurelina Medeiros, o senador Mecias de Jesus, além da prefeita de Mucajaí (Nêga) e vereadores da cidade.

DE ONDE VEM O DINHEIRO

A obra, que começou ano passado e estava parada por conta do bloqueio de recursos da CIDE, só foi possível ser retomada porque o Governo de Roraima, por intermédio do governador Antonio Denarium, conseguiu renegociar a dívida da gestão passada e o Governo Federal, dessa forma, desbloqueou os recursos.

O Governo de Roraima assinou recentemente um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o Ministério da Infraestrutura e parcelou o débito de quase R$ 20 milhões da Cide. A Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide) é um recurso do imposto sobre o diesel e a gasolina que o Governo Federal repassa aos Estados para a manutenção de estradas e pontes.

Com o TAC, a CIDE foi desbloqueada e agora os recursos poderão ser investidos em obras de infraestrutura.

Nenhuma descrição de foto disponível.

CONSEQUÊNCIAS

Sem recursos entrando, as empresas não tinham a garantia de fazer os serviços e pagar funcionários. Por isso a obra havia parado. Os recursos da CIDE estavam bloqueados por conta de terem sido usados de forma indevida na gestão passada.

MAIS OBRAS

A RR-325, que liga Mucajaí ao Alto Alegre, será contemplada com cinco novas pontes de concreto. As obras devem iniciar ainda este ano e serão gastos em torno de R$ 7 milhões, com recursos de emendas parlamentares dos deputados estaduais.

As pontes são de mão dupla, o que possibilita mais trafegabilidade para quem usa esse trecho com pontes que permitem a passagem de dois veículos simultaneamente.

Mais investimento em vicinais e pontes

Mucajaí será beneficiada dentro do atual processo de licitação para recuperação de vicinais e pontes.

As obras devem iniciar ainda este ano e os recursos são de emendas de deputados estaduais.

Mucajaí será atendida no lote 3, com recuperação das vicinais (cerca de 200km) e investimento de R$ 7.775.161,38. A quantidade de vicinais e a ordem serão elaboradas em cronograma pela própria prefeitura.

Pontes de madeira também receberão trabalho de manutenção, sendo que Mucajaí está no lote 1, juntamente com Boa Vista, Alto Alegre e Iracema. Os recursos são de R$ 696.623,72. A divisão e cronograma serão feitos pelas prefeituras após término da licitação.

Publicado em Notícias

A partir de agora, o Governo de Roraima irá aumentar os investimentos na melhoria da malha viária do Estado, devido ao desbloqueio de recursos provenientes da CIDE (Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico). A verba federal foi liberada após o executivo estadual formalizar um TAC (Termo de Ajustamento de conduta) com o Ministério da Infraestrutura.

Além de recuperar estradas e vicinais no Interior do Estado, o governador Antonio Denarium afirmou que serão construídas pontes para facilitar o tráfego de veículos nas áreas de difícil acesso.

“Nossa intenção é melhorar a infraestrutura do nosso Estado, garantindo mais qualidade de vida à população, principalmente, dos produtores rurais que precisam escoar sua produção”, disse Denarium.

Conforme o cronograma de obras da Seinf (Secretaria Estadual de infraestrutura), está previsto inicialmente o recapeamento da RR-325, popularmente conhecida por Vicinal Tronco Apiaú, no município do Mucajaí.

“A estrada está em péssimas condições e, por esse motivo, decidimos começar as obras nessa região. Já demos o primeiro passo que foi a abertura do processo de licitação para executarmos a obra de recuperação de 28 quilômetros de pista”, afirmou o governador.

Denarium disse ainda o governo também irá trabalhar na recuperação da RR-203, que dá acesso a Vila de Tepequém, no Município do Amajari, que segundo ele também está em péssimas condições para o tráfego de veículos.

“Vamos iniciar o recapeamento do trecho que fica próximo à Vila do Tepequém, onde detectamos uma grande quantidade de buracos. O local é bastante visitado por turistas de todos os lugares e por isso a estrada precisa ser recuperada com agilidade”, ressaltou.

O chefe do executivo explicou que à medida que o restante do recurso for sendo liberado, o governo vai fazer a recuperação de estradas e vicinais de outras partes do Estado. Ele informou que esse outro recurso faz parte de um convênio entre o DNIT [Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes] e Ministério de Infraestrutura.

“Logo que assumimos a gestão atual, fizemos o parcelamento de R$ 39 milhões que foram desviados do convênio. Com isso, garantimos recursos que serão liberados e investidos para a recuperação da BR-174, sentido Boa Vista/ Manaus e Boa Vista/ Venezuela”, mencionou.

 Estradas do interior serão asfaltadas

Denarium lembrou que o Governo de Roraima possui seis projetos de asfaltamento de estradas do interior do Estado. Os recursos que vão ser investidos nas obras do executivo estadual serão provenientes de emendas de deputados e senadores.

“Iremos trabalhar no asfaltamento das estradas que dão acesso às Vilas de Trairão, no Amajari; Taiano e São Silvestre, no Alto Alegre; Roxinho, no Mucajaí; Campos Novos, Iracema; Taboca, no Cantá; e Nova Colina, em São João da Baliza. Se houver necessidade, iremos complementar com recursos do Governo do Estado ou da CIDE”, relacionou.

 Entenda a renegociação

O débito renegociado pelo Governo de Roraima com o Ministério de Infraestrutura gira em torno de R$ 2,6 milhões.

O valor total foi parcelado em 24 meses, com uma parcela de R$ 858 mil, atualizado monetariamente.

Com a assinatura do TAC, os recursos da CIDE que estavam bloqueados, vão começar a ser repassados novamente em parcelas para o Estado.

“O governo tem hoje 100 propostas de convênios que devem ser celebradas. Mais de R$ 300 milhões para investimentos em infraestrutura. Quadrimestralmente, o Governo Federal vai fazer um repasse de recursos para o Estado. Nós vamos elaborar projetos e apresentar para o Ministério de Infraestrutura para que libere os recursos”, disse o governador.

Publicado em Notícias

A Escola Estadual 13 de Setembro está cada dia mais próxima de estar disponível para alunos do bairro e adjacências. Isso, porque a obra de reforma do colégio está 90% concluída, com previsão para entrega até o final de 2019.

Os recursos para a reforma, no valor de R$ 2.292.688,22, são do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb). A obra vem de gestão passada, foi paralisada, e deve ser entregue pela atual administração, dentro do que prioriza o governador Antônio Denarium em não deixar nenhuma obra parada.

Atualmente, está em execução o serviço de pintura, revestimento de parede com cerâmica, colocação de portas, calçada, instalação elétrica e lixamento do muro.

A Escola 13 de Setembro tem cinco pavilhões, com os seguintes ambientes: 16 salas de aula, sala de professores com banheiro, laboratório, biblioteca, banheiros masculino e feminino, cantina, secretaria, sala de pedagogia, área de refeitório e quadra de esportes coberta e com vestiário.

Publicado em Notícias

A obra de reforma e ampliação da Cadeia Feminina de Boa Vista, localizada na antiga sede do Centro Socioeducativo (CSE), bairro Asa Branca, segue com previsão de entrega para julho do próximo ano.

Atualmente a obra encontra-se 10% concluída, e está em fase de desempena de cobertura, chapisco dos pilares, vigas e fundo de laje. Poderá abrigar mais de 200 reeducandas, garantindo mais comodidade e segurança.

A obra foi viabilizada com recursos do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), do Ministério da Justiça, no valor de R$ 3.744.534,53. E, conta com 3.442,03m² de área reformada e 400,13m² de área ampliada.

A unidade prisional será dividida em três módulos, com: celas, banheiros, sala da revista, quadra de esportes, administração, enfermaria, área de sol, entre outras acomodações.

Além da Cadeia Feminina de Boa Vista, o Governo realiza também outras obras do sistema prisional, como a construção do novo Presidio Masculino ao lado da Pamc (Penitenciária Agrícola de Monte Cristo), e do Presídio de Rorainópolis, obra que foi retomada após diversas paralisações nas gestões passadas.

Há também a reforma da Cadeia Masculina, que terá capacidade para 256 detentos, além da Penitenciária Agrícola de Monte Cristo.

Publicado em Notícias

Os moradores da Vila do Trairão, no município de Amajari, ganharam neste sábado, 19, uma opção de lazer, prática esportiva e encontro para interação social. Em solenidade, o governador Antonio Denarium e o secretário de Infraestrutura, Edilson Lima, inauguraram a Praça Poliesportiva Felix Rodrigues de Souza.

 

A obra estava parada no momento em que a atual gestão assumiu. Faltava uma contrapartida do Governo de Roraima e ela veio, possibilitando a conclusão da Praça. O governador Antonio Denarium disse que a Praça dá mais qualidade na vida dos moradores e aproveitou para anunciar mais melhoria na infraestrutura.

“É um novo espaço de lazer que a população do Trairão ganhou hoje. Aproveitei a oportunidade para assumir o compromisso de asfaltar a estrada que dá acesso ao Trairão. É o Governo do Estado trabalhando para melhorar a qualidade de vida das pessoas", falou o chefe do Executivo estadual.

A Praça tem uma área de 10 mil metros quadrados, com quadra coberta poliesportiva, quadra de areia e academia aberta com 17 equipamentos, além de lanchonete com banheiros, playground, área de gramado, calçamento, iluminação e bancos de concreto e madeira.

Os recursos para a construção são de R$ 987.368,95, oriundos do Ministério da Defesa/Calha Norte, por meio de emenda do deputado federal Jhonatan de Jesus (PRB). Durante a solenidade de inauguração, o parlamentar falou do compromisso em viabilizar a construção da Praça.

"A população cobrou que não tinha nenhum momento de lazer e chegava seis horas da tarde e era uma escuridão. Temos a satisfação de estar entregando hoje esse espaço", disse o parlamentar.

O secretário de Infraestrutura, Edilson Lima, falou da importância em entregar à população as obras realizadas pelo Governo do Estado.

"A obra da Praça era de um convênio de 2016. Mais uma obra que o governador entrega. Ele que tem o compromisso de não deixar nenhuma obra parada", afirmou o secretário.

A Praça do Trairão era esperada com expectativa pela população local. Há quem já idealize projetos esportivos. É o caso do professor de Educação Física Jeymes Anselmo Kaizer.

"Tínhamos o problema de jovens envolvidos com bebidas, sem atividades saudáveis. A Praça vai ajudar a tirar as pessoas do sedentarismo. Além disso, vou desenvolver um projeto de futsal para os jovens do Trairão", afirmou o professor.

PRESENTES - Durante a solenidade de inauguração da Praça, estavam presentes a população e autoridades do Trairão, o deputado estadual Gabriel Picanço (PRB) e o senador Mecias de Jesus (PRB).

 

Mais infraestrutura em benefício do Trairão

A RR-203, que liga à Serra do Tepequém, será recuperada pelo Governo de Roraima. A rodovia receberá manutenção, recapeamento, tapa-buraco e roçagem do mato. A RR-203 também receberá nova sinalização. A obra deve começar ainda este ano.

O trabalho de recuperação da RR-203 se tornou possível após o desbloqueio da Cide (Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico), o que possibilita o investimento de R$ 11 milhões na rodovia. O governador Antonio Denarium determinou que o dinheiro seja usado na RR-203, o que vai melhorar no escoamento da produção da região e incentivará ainda mais o turismo na Serra do Tepequém.

O asfaltamento da estrada que dá acesso à Vila do Trairão, ligada à RR-203, também está entre as metas do Governo de Roraima.

Publicado em Notícias

O trabalho no investimento em obras de unidades que prestam serviços de saúde não para e descentralizar o serviço da capital Boa Vista é uma das soluções para garantir um melhor atendimento. Dentro dessa ideia, o Governo de Roraima iniciou esse ano a obra de reforma do Hospital Álvaro Rodrigues, no município de Bonfim.

A obra que recém iniciou, tem recursos de R$ 2.892.054,50 provenientes do Ministério da Saúde, por meio de emenda do deputado federal Jhonatan de Jesus (PRB). O local oferecerá uma área construída de 1.884,90m².

A imagem pode conter: céu, nuvem e atividades ao ar livre

 

Atualmente com 12% concluída, a obra do Hospital de Bonfim está na fase inicial com barracão, tapume, infraestrutura (fundações, pilar, entre outros). O local terá 104 ambientes, incluídos aí os leitos, enfermagem, setor administrativo, entre outros setores. A previsão de conclusão é março de 2020.

Além de Bonfim, o Governo de Roraima realiza no interior (em Rorainópolis) a obra de ampliação do Hospital Regional Sul Ottomar de Souza Pinto, que inclui a construção da maternidade anexa ao local. Outra obra em Rorainópolis em andamento é o Centro de Especialidades Médicas (CEM).

A Maternidade de Rorainópolis terá 43 leitos (internação, pré e pós-parto), dois consultórios, sala de ultrassom, sala de tomografia e dois centros cirúrgicos. O Centro de Especialidades Médicas (CEM) será mais uma alternativa aos moradores da região Sul e vai contar com consultórios de ortopedia, ginecologia, urologia, otorrino, ultrassonografia, eletrocardiograma, oftalmologia, entre outros. As duas obras têm emenda do ex-deputado federal Remídio Monai (PR) nos valores de R$ 3.844.393,64 e R$ 1.025.715,85, respectivamente.

Outras obras previstas para o Interior na área de saúde, com projeto básico em processo de aprovação em convênio pelo Ministério da Saúde, é a reforma dos hospitais de Mucajaí e Pacaraima. Os recursos também são de emenda do ex-deputado Remídio Monai nos valores de R$ 2.539.350,00 e R$ 2.699.388,00, respectivamente.

Publicado em Notícias