Mostrando itens por marcador: Mais Saúde

A maternidade de Rorainópolis está cada vez mais próxima de estar disponível para as futuras mamães. Realizada pelo Governo de Roraima, a obra está 90% executada e com previsão de conclusão até o final de julho deste ano. O local atenderá toda a região sul do Estado.

Executada pela Seinf (Secretaria de Infraestrutura), a obra na fase do calçamento externo, pinturas externa e interna, e instalações de bancadas, luminárias, gás e portas. A construção da maternidade faz parte da ampliação do Hospital Regional Sul Ottomar de Souza Pinto. O local terá cerca de 80 leitos, dois consultórios, sala de ultrassom, sala de tomografia e dois centros cirúrgicos. Os recursos para a essa obra são de R$ 3,8 milhões, de emenda do ex-deputado federal Remídio Monai.

Conforme o secretário de Infraestrutura, Edilson Lima, Rorainópolis recebe essas obras para a ampliação do serviço de saúde na região. “O governador Antonio Denarium tem uma atenção especial com a infraestrutura na saúde. Além da maternidade, o Governo realiza também a obra do Centro de Especialidades Médicas, mais uma unidade que estará à disposição dos moradores de Rorainópolis”, afirmou o secretário.

A obra do CEM  (Centro de Especialidades Médicas) está 80% executada e com previsão para conclusão no próximo mês de julho. Os moradores de Rorainópolis e sul do Estado terão mais acesso a serviços médicos especializados, como ortopedia, ginecologia, urologia, otorrino, ultrassonografia, eletrocardiograma e oftalmologia.

Além dos sete consultórios especializados, o CEM  tem ainda salas administrativas, banheiros, sala de utilidades, copa, atendimento, entre outros. O investimento na obra é de R$ 1 milhão, também de emenda do ex-deputado federal Remídio Monai. Tanto o CEM quanto a maternidade são obras realizadas por meio de convênio com o Ministério da Saúde.

INSTITUTO MÉDICO LEGAL - Por meio de um convênio com o Ministério da Justiça e Segurança Pública, com emenda de R$ 4 milhões do ex-deputado federal Remídio Monai, o Governo de Roraima irá construir um IML (Instituto Médico Legal) em Rorainópolis. A Seinf trabalha na realização do projeto e, assim que cumprir a etapa de aprovação, a obra poderá entrar no processo de licitação.

Publicado em Notícias

O Governo de Roraima continua com o trabalho de melhorias na infraestrutura do HGR (Hospital Geral de Roraima). Uma delas é a reforma do Bloco B (Pneumologia e Infectologia). A obra, cerca de 35% executada, segue com previsão para conclusão em julho deste ano.

Realizada pela Seinf (Secretaria de Infraestrutura), a obra está atualmente na fase de retirada de cobertura e telhado antigos, colocação de telhas novas e construção de uma cobertura com mais qualidade em estrutura metálica.

A obra avança também para finalizar o emassamento das paredes, instalação elétrica e janelas. Os recursos, em torno de R$ 1 milhão, são de emenda da ex-senadora Ângela Portela. De acordo com o secretário de Infraestrutura, Edilson Lima, o HGR tem um conjunto de obras desenvolvidas e a serem realizadas.

“A infraestrutura do HGR é vista com atenção pelo governador Antonio Denarium. Atualmente temos obras no Grande Trauma e nos blocos B e E. Além disso, serão reformados os blocos A, C e D. Não os iniciamos ainda por conta da luta enfrentada contra a pandemia da COVID-19 e as obras poderiam gerar transtornos. A pedido da direção do HGR, estas reformas especificamente serão iniciadas posteriormente”, afirmou o secretário.

A reforma e ampliação do Grande Trauma está 45% concluída e oferecerá 49 leitos, o dobro do que dispõe hoje. Os recursos são de emenda do deputado federal Hiran Gonçalves, no valor de R$ 2,7 milhões.

Retomada em abril, outra obra com previsão para conclusão em setembro é a do Bloco E, que oferecerá 170 leitos e 10 salas cirúrgicas. Dos R$ 35 milhões iniciais dos recursos para a construção do Bloco E, R$ 29 milhões foram investidos. Os R$ 6 milhões restantes, somados aos R$ 9 milhões a mais  ajustados na readequação do projeto inicial, dão um total de R$ 41 milhões pagos pelo Governo de Roraima.

MAIS OBRAS PREVISTAS – Os blocos A (Oncologia e Área de Convivência) e D (Psiquiatria, Reumatologia, Endocrinologia, Gastroenterologia e Neufrologia) serão reformados com recursos de emenda do deputado federal Jhonatan de Jesus, nos valores de R$ 1,7 milhão e cerca de R$ 900 mil, respectivamente. Na reforma do Bloco C (Cardiologia) serão investidos R$ 773 mil, provenientes de emenda da ex-senadora Ângela Portela.

Publicado em Notícias

O HMINSN (Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth) tem atenção especial do Governo de Roraima para que ofereça um bom serviço de saúde às mamães e recém-nascidos, além de boas condições aos profissionais que trabalham no local. Para isso acontecer, a infraestrutura faz parte do contexto. Uma das provas disso é a reforma que está sendo realizada no Bloco das Azaleias (enfermagem).

A obra, iniciada no último mês, é realizada pela Seinf (Secretaria de Infraestrutura). Após a demolição de boa parte da estrutura que não era mais adequada, a reforma avança com a execução da alvenaria, início das instalações hidrossanitárias, cortes nas paredes para passagem de tubulação elétrica, chapisco e construção de um novo piso.

Atualmente, com 7% executada, a obra tem previsão para ser concluída em setembro deste ano. Os recursos para a reforma são de emenda da ex-senadora Ângela Portela, no valor de R$ 825 mil. De acordo com o secretário de Infraestrutura, Edilson Lima, essa é apenas uma das obras de saúde realizadas pelo Governo de Roraima.

“O Governo de Roraima tem diversas obras espalhadas pelo Estado, como o Hospital de Bonfim, Maternidade e Centro de Especialidades Médicas de Rorainópolis [CEM], além dos blocos B, E e Grande Trauma do Hospital Geral de Roraima [HGR]. A gestão do governador Antonio Denarium tem essa visão de oferecer uma boa infraestrutura na saúde. Há também outros projetos desenvolvidos para futuras obras de reforma”, disse o secretário.

 Outras obras

Em relação às obras citadas pelo titular da Seinf, a Maternidade de Rorainópolis está bem avançada e com previsão de entrega para o primeiro semestre deste ano.  No HGR, o Grande Trauma passa por reforma e ampliação, com previsão de conclusão em setembro, além do Bloco B (Pneumologia e Infectologia), que deve ser finalizado em julho.

O Bloco E do HGR, também conhecido como anexo, é outra obra que foi retomada recentemente e avança para ser concluída em setembro. No interior, o CEM de Rorainópolis deve ser concluído agora no primeiro semestre, enquanto o Hospital de Bonfim tem previsão de finalização para o segundo semestre.

Publicado em Notícias

A obra do Bloco E do HGR (Hospital Geral de Roraima) foi retomada neste mês pelo Governo de Roraima, por meio da Seinf (Secretaria de Infraestrutura), e avança para que seja concluída em setembro, conforme previsão. Serão mais 170 leitos e 10 salas cirúrgicas disponíveis no anexo, como também é conhecido.

 Os trabalhos avançam em fundações da rampa de saída de emergência, na infraestrutura de gases medicinais e instalações elétricas. O Bloco E do HGR terá 70 leitos no primeiro piso, 60 no segundo, 40 leitos de UTI no terceiro e 10 salas cirúrgicas no quarto piso.

O projeto inicial do HGR (R$ 35 milhões de recursos de financiamento junto ao Banco do Brasil) não contemplava itens imprescindíveis, como: subestações de energia, sistemas de proteção de descargas atmosféricas, grupos geradores e rampa de saída de emergência.

Alguns itens no projeto inicial também precisaram ser revisados, como a climatização, circuito fechado de televisão, rede lógica e gases medicinais. De acordo com o secretário de Infraestrutura, Edilson Lima, a ausência dos itens necessários impossibilitava a conclusão da obra.

“O projeto inicial foi revisto e um novo foi feito para incluir os itens obrigatórios para que o hospital tenha funcionamento pleno após a conclusão da obra. O governador Antonio Denarium, desde o início da gestão estadual, sempre teve como foco o término da obra do Bloco E e também a reforma do restante do HGR”, afirmou o secretário.

Dos R$ 35 milhões iniciais dos recursos para a construção do Bloco E do HGR, R$ 29 milhões foram investidos. Os R$ 6 milhões restantes, somados aos R$ 9 milhões a mais  ajustados na readequação do projeto, dão um total de R$ 41 milhões de recursos, pagos pelo Governo de Roraima para a obra do Bloco E.

 

Mais obras no HGR

Por meio da Seinf, o Governo de Roraima realiza atualmente no HGR, além do Bloco E, a obra de ampliação do Grande Trauma e a reforma do Bloco B.

A reforma do Bloco C é outra obra prestes a começar. Além disso, os blocos A e D do HGR também serão reformados.

 

Outras obras no Estado

No interior, atualmente ocorre a obra da maternidade de Rorainópolis e também a construção do Centro de Especialidades Médicas, no mesmo município. O hospital de Bonfim está sendo reformado, o que também acontecerá com os de Mucajaí e Pacaraima. O hospital de Caroebe foi inaugurado no final do ano passado.

Publicado em Notícias
As obras de saúde realizadas pelo Governo de Roraima, por meio da SEINF (Secretaria de Infraestrutura), avançam para aumentar o serviço de saúde, uma das principais frentes de trabalho do governador Antonio Denarium. Uma delas é a maternidade de Rorainópolis, que amplia o Hospital Regional Sul Ottomar Pinto, e atenderá aos moradores da região. Cerca de 75% concluída, a obra da Maternidade está atualmente na fase de pavimentação externa, com aterro e meio-fio. Outra frente são as instalações de louças, metais sanitários, elétricas, de gases e combate a incêndio. Há também execução de emassamento e pintura das paredes. OUTRAS OBRAS Ainda em Rorainópolis, outra obra que avança (72%) é a do Centro de Especialidades Médicas. As obras de saúde do município são de emenda do ex-deputado federal Remídio Monai. Ainda no interior, a reforma do Hospital de Bonfim (18% executada) está prevista para ser concluída no segundo semestre, com recursos do deputado federal Jhonatan de Jesus. No Hospital Geral de Roraima (HGR), ocorrem atualmente as obras de reforma do Bloco B (Pneumologia e Infectologia – 35% executada) e ampliação do Grande Trauma (23% concluída), previstas para serem concluídas no segundo semestre. Elas são realizadas por meio de recursos da ex-senadora Ângela Portela e do deputado federal Hiran Gonçalves, respectivamente. VEM MAIS POR AÍ Em recente entrevista a um programa de rádio, o governador Antonio Denarium anunciou o retorno da obra do Bloco E (anexo) do HGR, que deve começar em breve, além da reforma do Bloco C. Os blocos A e D e os hospitais de Mucajaí e Pacaraima também passarão por reforma. No Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth, logo iniciará a reforma do Bloco das Azaléias e Centro Cirúrgico, que também será ampliado com a construção da UTI. Há projetos aprovados com emendas parlamentares para a Ampliação do Hospital Coronel Mota e Reforma no Bloco Ortopédico, além da reforma da Unidade Mista de Saúde de São João da Baliza.
Publicado em Notícias

O Governo de Roraima trabalha com a previsão de iniciar já no próximo mês as obras dos Blocos A, C e D do HGR (Hospital Geral de Roraima), além de abrir o processo licitatório para contratação da empresa que irá concluir o Bloco E, anexo ao HGR. A informação foi dada pelo secretário estadual de Infraestrutura, Edilson Damião Lima, nesse sábado (25), no programa Pelo Brasil, apresentado pelo radialista Bernardo Silva, na Rádio Parente FM.

“Uma das primeiras preocupações do governador Antonio Denarium, quando assumiu a nova gestão, foi resolver a questão da infraestrutura na saúde, e o Hospital Geral faz parte disso. Já há empresas contratadas para a reforma dos Blocos A, C e D, que deve começar no próximo mês”, afirmou o secretário.

As obras de reforma dos anexos citados na entrevista passaram pelo processo licitatório, e o próximo passo é a assinatura da ordem de serviço. Os blocos A e D serão reformados com recursos de emenda do deputado federal Jhonatan de Jesus, nos valores de R$ 1,7 milhão e cerca de R$ 900 mil, respectivamente. Na reforma do Bloco C (Cardiologia e Área de Convivência) serão investidos R$ 773 mil, provenientes de emenda da ex-senadora Ângela Portela.

Sobre o Bloco E, conhecido como Anexo do HGR, o secretário de Infraestrutura informou que está em fase de ajustes contratuais. O projeto inicial, orçado em R$ 35 milhões, não contemplava serviços essenciais que faltavam no projeto original, como: Sistemas de Proteção de Descargas Atmosféricas, Subestações de Energia, Grupos Geradores, Rampa de Saída de Emergência, Climatização, Gases Medicinais, entre outros.

“Um novo projeto foi feito, para incluir os itens obrigatórios, orçado em R$ 15 milhões, e deverá ter o processo licitatório aberto para a contratação das empresas no próximo mês de fevereiro. A previsão é que a obra seja concluída em setembro deste ano”, afirmou o secretário. 

Também no HGR, o Governo de Roraima realiza a obra de reforma do Bloco B (Pneumologia e Infectologia), com previsão de conclusão agora no primeiro semestre. Os recursos investidos são no valor de R$ 1.085.308,25, de emenda parlamentar da ex-senadora Ângela Portela.

Outra obra que ocorre no HGR, também prevista para conclusão no primeiro semestre, é a de expansão do Grande Trauma. Com a ampliação, passará a ter 52 leitos. Os recursos são de emenda parlamentar do deputado Federal Hiran Gonçalves, no valor de R$ 2.714.857,53.

 

Novas obras na área de saúde serão licitadas

O Governo de Roraima começou o ano com sete projetos aprovados com a Caixa Econômica para o processo licitatório. Os projetos, que aguardavam a aprovação desde 2017, foram ajustados pela equipe técnica da Secretaria de Infraestrutura e, enfim, poderão ser executados. A realização dessas obras resultará na ampliação do atendimento em saúde à população.

Os projetos aprovados são: Reforma do Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth (Centros cirúrgico e de materiais esterilizados, além do laboratório), recursos no valor de R$ 2.367.960; Ampliação do Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth, com construção de UTI Neonatal (R$ 2.820.404); Ampliação da Unidade de Hematologia e Hemoterapia do Hemocentro (R$ 404.000); e Reforma do Telhado do Hemocentro (R$ 321.30).  Os investimentos a serem aplicados são resultantes de emenda da ex-senadora Ângela Portela.

De emenda do ex-deputado federal Remídio Monai, há dois projetos aprovados e que devem entrar no processo de licitação nos próximos dias: Reforma do Hospital Vereador J. Guedes Catão, em Mucajaí (R$ 2.840.522), e a Reforma do Hospital Délio Oliveira Tupinambá, em Pacaraima (R$ 2.443. 522).

Outro projeto aprovado é o do ex-deputado federal Carlos Andrade para a Ampliação do Hospital Coronel Mota e Reforma no Bloco Ortopédico (R$ 1.860.424). Uma oitava possível obra é a reforma da Unidade Mista de Saúde de São João da Baliza, que está na fase de projeto para passar por aprovação. Os recursos, no valor de R$900 mil, são de emenda do deputado federal Jhonatan de Jesus.

 

Outras importantes obras

Durante a entrevista, o secretário falou também da obra de reforma do Estádio Canarinho, que está na fase final, e da obra da caixa d’agua do bairro Cidade Satélite.

A tubulação necessária para a conclusão da caixa d’agua está sendo transportada via terrestre de São Paulo para Boa Vista. Após a chegada, a obra, que está 90% executada, poderá ser concluída. A previsão é de finalização no próximo mês de março.

Publicado em Notícias

A obra de reforma do bloco B (Pneumologia e Infectologia) do Hospital Geral de Roraima (HGR) está ganhando cada vez mais forma, avança, e tem a previsão de ser concluída já em fevereiro de 2020.

Com 23% executada, a obra realizada pelo Governo de Roraima e que iniciou no primeiro ano de gestão do governador Antonio Denarium, está na fase de pinturas e finalizou recentemente a retirada de portas e janelas, que serão trocadas, entre outros serviços.

Já estão concluídos os banheiros com cerâmicas novas e a instalação hidráulica, sendo que a elétrica está 50% concluída. O esgoto está em fase de finalização. As próximas fases da obra são a cobertura e a estrutura de combate a incêndios. O espaço do gás medicinal é outro a ser reformado.

Para a obra de reforma do Bloco B (Pneumologia e Infectologia) os recursos investidos são do valor de R$ 1.085.308,25, de emenda parlamentar da ex-senadora Ângela Portela (PDT).

Publicado em Notícias

O bloco B (Pneumologia e Infectologia) do Hospital Geral de Roraima (HGR) está sendo reformado para maior conforto aos usuários e profissionais da saúde. Iniciada no final de agosto deste ano, a previsão é que a obra seja concluída em janeiro próximo.

Com 14% executada, a obra está na fase de reforma do piso, alvenaria, substituição de portas e janelas, além das instalações hidráulica e elétrica. Após essa etapa, terá ainda a reforma dos banheiros, cobertura e forro. Haverá também projeto de combate a pânico e incêndio. O espaço do gás medicinal é outro a ser reformado.

A atual gestão do Governo de Roraima se deparou com uma obra que ainda não tinha saído do papel, pois o projeto da gestão passada não havia sido aprovado. Dessa forma, a equipe técnica da Seinf fez ajustes no projeto e o mesmo pôde ser aprovado e licitado.

Para a obra de reforma do Bloco B (Pneumologia e Infectologia) os recursos investidos são do valor de R$ 1.085.308,25, de emenda parlamentar da ex-senadora Ângela Portela (PDT).

Publicado em Notícias

Mais 25 leitos estarão disponíveis após o término da obra de ampliação do Grande Trauma do Hospital Geral de Roraima (HGR). Iniciada pelo Governo do Estado no final de julho deste ano, a construção está 12% concluída.

Com a ampliação, o Grande Trauma passará a ter 49 leitos. Os recursos para a obra são de emenda parlamentar do deputado Federal Hiran Gonçalves (Progressistas) no valor de R$ 2.714.857,53.

Atualmente, a obra está na fase de instalação da subestação abrigada, construção das canaletas de ligação entre a subestação nova e a antiga, além das fundações do bloco de ampliação do grande trauma. A previsão para a conclusão da obra é março do próximo ano.

Publicado em Notícias