Mostrando itens por marcador: Governo de Roraima

A maternidade de Rorainópolis está cada vez mais próxima de estar disponível para as futuras mamães. Realizada pelo Governo de Roraima, a obra está 90% executada e com previsão de conclusão até o final de julho deste ano. O local atenderá toda a região sul do Estado.

Executada pela Seinf (Secretaria de Infraestrutura), a obra na fase do calçamento externo, pinturas externa e interna, e instalações de bancadas, luminárias, gás e portas. A construção da maternidade faz parte da ampliação do Hospital Regional Sul Ottomar de Souza Pinto. O local terá cerca de 80 leitos, dois consultórios, sala de ultrassom, sala de tomografia e dois centros cirúrgicos. Os recursos para a essa obra são de R$ 3,8 milhões, de emenda do ex-deputado federal Remídio Monai.

Conforme o secretário de Infraestrutura, Edilson Lima, Rorainópolis recebe essas obras para a ampliação do serviço de saúde na região. “O governador Antonio Denarium tem uma atenção especial com a infraestrutura na saúde. Além da maternidade, o Governo realiza também a obra do Centro de Especialidades Médicas, mais uma unidade que estará à disposição dos moradores de Rorainópolis”, afirmou o secretário.

A obra do CEM  (Centro de Especialidades Médicas) está 80% executada e com previsão para conclusão no próximo mês de julho. Os moradores de Rorainópolis e sul do Estado terão mais acesso a serviços médicos especializados, como ortopedia, ginecologia, urologia, otorrino, ultrassonografia, eletrocardiograma e oftalmologia.

Além dos sete consultórios especializados, o CEM  tem ainda salas administrativas, banheiros, sala de utilidades, copa, atendimento, entre outros. O investimento na obra é de R$ 1 milhão, também de emenda do ex-deputado federal Remídio Monai. Tanto o CEM quanto a maternidade são obras realizadas por meio de convênio com o Ministério da Saúde.

INSTITUTO MÉDICO LEGAL - Por meio de um convênio com o Ministério da Justiça e Segurança Pública, com emenda de R$ 4 milhões do ex-deputado federal Remídio Monai, o Governo de Roraima irá construir um IML (Instituto Médico Legal) em Rorainópolis. A Seinf trabalha na realização do projeto e, assim que cumprir a etapa de aprovação, a obra poderá entrar no processo de licitação.

Publicado em Notícias

O Governo de Roraima continua com o trabalho de melhorias na infraestrutura do HGR (Hospital Geral de Roraima). Uma delas é a reforma do Bloco B (Pneumologia e Infectologia). A obra, cerca de 35% executada, segue com previsão para conclusão em julho deste ano.

Realizada pela Seinf (Secretaria de Infraestrutura), a obra está atualmente na fase de retirada de cobertura e telhado antigos, colocação de telhas novas e construção de uma cobertura com mais qualidade em estrutura metálica.

A obra avança também para finalizar o emassamento das paredes, instalação elétrica e janelas. Os recursos, em torno de R$ 1 milhão, são de emenda da ex-senadora Ângela Portela. De acordo com o secretário de Infraestrutura, Edilson Lima, o HGR tem um conjunto de obras desenvolvidas e a serem realizadas.

“A infraestrutura do HGR é vista com atenção pelo governador Antonio Denarium. Atualmente temos obras no Grande Trauma e nos blocos B e E. Além disso, serão reformados os blocos A, C e D. Não os iniciamos ainda por conta da luta enfrentada contra a pandemia da COVID-19 e as obras poderiam gerar transtornos. A pedido da direção do HGR, estas reformas especificamente serão iniciadas posteriormente”, afirmou o secretário.

A reforma e ampliação do Grande Trauma está 45% concluída e oferecerá 49 leitos, o dobro do que dispõe hoje. Os recursos são de emenda do deputado federal Hiran Gonçalves, no valor de R$ 2,7 milhões.

Retomada em abril, outra obra com previsão para conclusão em setembro é a do Bloco E, que oferecerá 170 leitos e 10 salas cirúrgicas. Dos R$ 35 milhões iniciais dos recursos para a construção do Bloco E, R$ 29 milhões foram investidos. Os R$ 6 milhões restantes, somados aos R$ 9 milhões a mais  ajustados na readequação do projeto inicial, dão um total de R$ 41 milhões pagos pelo Governo de Roraima.

MAIS OBRAS PREVISTAS – Os blocos A (Oncologia e Área de Convivência) e D (Psiquiatria, Reumatologia, Endocrinologia, Gastroenterologia e Neufrologia) serão reformados com recursos de emenda do deputado federal Jhonatan de Jesus, nos valores de R$ 1,7 milhão e cerca de R$ 900 mil, respectivamente. Na reforma do Bloco C (Cardiologia) serão investidos R$ 773 mil, provenientes de emenda da ex-senadora Ângela Portela.

Publicado em Notícias

O HMINSN (Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth) tem atenção especial do Governo de Roraima para que ofereça um bom serviço de saúde às mamães e recém-nascidos, além de boas condições aos profissionais que trabalham no local. Para isso acontecer, a infraestrutura faz parte do contexto. Uma das provas disso é a reforma que está sendo realizada no Bloco das Azaleias (enfermagem).

A obra, iniciada no último mês, é realizada pela Seinf (Secretaria de Infraestrutura). Após a demolição de boa parte da estrutura que não era mais adequada, a reforma avança com a execução da alvenaria, início das instalações hidrossanitárias, cortes nas paredes para passagem de tubulação elétrica, chapisco e construção de um novo piso.

Atualmente, com 7% executada, a obra tem previsão para ser concluída em setembro deste ano. Os recursos para a reforma são de emenda da ex-senadora Ângela Portela, no valor de R$ 825 mil. De acordo com o secretário de Infraestrutura, Edilson Lima, essa é apenas uma das obras de saúde realizadas pelo Governo de Roraima.

“O Governo de Roraima tem diversas obras espalhadas pelo Estado, como o Hospital de Bonfim, Maternidade e Centro de Especialidades Médicas de Rorainópolis [CEM], além dos blocos B, E e Grande Trauma do Hospital Geral de Roraima [HGR]. A gestão do governador Antonio Denarium tem essa visão de oferecer uma boa infraestrutura na saúde. Há também outros projetos desenvolvidos para futuras obras de reforma”, disse o secretário.

 Outras obras

Em relação às obras citadas pelo titular da Seinf, a Maternidade de Rorainópolis está bem avançada e com previsão de entrega para o primeiro semestre deste ano.  No HGR, o Grande Trauma passa por reforma e ampliação, com previsão de conclusão em setembro, além do Bloco B (Pneumologia e Infectologia), que deve ser finalizado em julho.

O Bloco E do HGR, também conhecido como anexo, é outra obra que foi retomada recentemente e avança para ser concluída em setembro. No interior, o CEM de Rorainópolis deve ser concluído agora no primeiro semestre, enquanto o Hospital de Bonfim tem previsão de finalização para o segundo semestre.

Publicado em Notícias

Por meio da Seinf (Secretaria de Infraestrutura), o Governo de Roraima trabalha na melhoria da BR-174 sentido norte (em direção à Venezuela). A rodovia, que será recuperada do trecho do rio Cauamé (Km 512,10) até a entrada da Pedra Pintada (Km 631,50), recebe atualmente obras de construção dos acostamentos, um dos serviços que serão realizados para dar mais trafegabilidade na estrada.

A construção dos acostamentos aumentará mais cinco metros na largura da BR-174, passando dos atuais sete para 12 metros. O trabalho, atualmente no Km 516 da rodovia, está na fase de reciclagem e com aplicação da última camada de base. Após isso, será colocado o asfalto.

O trecho da BR-174 a ser recuperado pelo Governo de Roraima corresponde a 119,40 quilômetros. Outra novidade na BR-174 será a duplicação da rodovia até a entrada do Parque de Exposições Dandãezinho. De acordo com o secretário de Infraestrutura, Edilson Lima, outras estradas serão recuperadas e asfaltadas.

”Infraestrutura rodoviária em boas condições é vista como fundamental pelo Governo de Roraima na gestão do governador Antonio Denarium. Além da BR-174 sentido norte, o Estado trabalha na recuperação da RR-325 e tem a previsão de recuperar as rodovias 203, 205 e asfaltar outras estradas que ainda não possuem asfalto, como as do Taiano, São Silvestre, entre outras”, afirmou o secretário.

Das rodovias citadas pelo titular da pasta, a RR-325 (liga Mucajaí a Alto Alegre) está sendo recuperada pelo Governo de Roraima. Outra que receberá manutenção é a RR-203, que dá acesso até a Serra do Tepequém (Amajari). O edital de licitação para a melhoria da importante estrada do turismo roraimense já foi divulgado.

Sobre a RR-205 (liga Boa Vista a Alto Alegre), o processo licitatório está em andamento para a recuperação da estrada. Outras rodovias que serão asfaltadas são a do Taiano (RR-342) e São Silvestre (RR-452), ambas em Alto Alegre. Na primeira, o edital de licitação deverá ser lançado neste mês, e a segunda, a Seinf trabalha no projeto para o asfaltamento.

Publicado em Notícias

Por meio da SEINF (Secretaria de Infraestrutura), o Governo de Roraima iniciou nesta semana a recuperação do trecho urbano da RR-325 em Alto Alegre, que receberá asfalto novo. A rodovia, que liga o município a Mucajaí, passa por recuperação que vai atingir toda a extensão de 143km da estrada, trabalho que faz parte das metas do governador Antonio Denarium em proporcionar boas condições na infraestrutura rodoviária.

O trecho que recebe obras no momento estava destruído, sendo que agora passa pelos primeiros trabalhos para poder receber o asfalto novo.

Após a recuperação asfáltica da RR-325, a mesma receberá também sinalização vertical e horizontal, além da roçagem de mato na margem da estrada. A recuperação da rodovia inciou no final de 2019 pela parte urbana de Mucajaí.

Publicado em Notícias

A obra do Bloco E do HGR (Hospital Geral de Roraima) foi retomada neste mês pelo Governo de Roraima, por meio da Seinf (Secretaria de Infraestrutura), e avança para que seja concluída em setembro, conforme previsão. Serão mais 170 leitos e 10 salas cirúrgicas disponíveis no anexo, como também é conhecido.

 Os trabalhos avançam em fundações da rampa de saída de emergência, na infraestrutura de gases medicinais e instalações elétricas. O Bloco E do HGR terá 70 leitos no primeiro piso, 60 no segundo, 40 leitos de UTI no terceiro e 10 salas cirúrgicas no quarto piso.

O projeto inicial do HGR (R$ 35 milhões de recursos de financiamento junto ao Banco do Brasil) não contemplava itens imprescindíveis, como: subestações de energia, sistemas de proteção de descargas atmosféricas, grupos geradores e rampa de saída de emergência.

Alguns itens no projeto inicial também precisaram ser revisados, como a climatização, circuito fechado de televisão, rede lógica e gases medicinais. De acordo com o secretário de Infraestrutura, Edilson Lima, a ausência dos itens necessários impossibilitava a conclusão da obra.

“O projeto inicial foi revisto e um novo foi feito para incluir os itens obrigatórios para que o hospital tenha funcionamento pleno após a conclusão da obra. O governador Antonio Denarium, desde o início da gestão estadual, sempre teve como foco o término da obra do Bloco E e também a reforma do restante do HGR”, afirmou o secretário.

Dos R$ 35 milhões iniciais dos recursos para a construção do Bloco E do HGR, R$ 29 milhões foram investidos. Os R$ 6 milhões restantes, somados aos R$ 9 milhões a mais  ajustados na readequação do projeto, dão um total de R$ 41 milhões de recursos, pagos pelo Governo de Roraima para a obra do Bloco E.

 

Mais obras no HGR

Por meio da Seinf, o Governo de Roraima realiza atualmente no HGR, além do Bloco E, a obra de ampliação do Grande Trauma e a reforma do Bloco B.

A reforma do Bloco C é outra obra prestes a começar. Além disso, os blocos A e D do HGR também serão reformados.

 

Outras obras no Estado

No interior, atualmente ocorre a obra da maternidade de Rorainópolis e também a construção do Centro de Especialidades Médicas, no mesmo município. O hospital de Bonfim está sendo reformado, o que também acontecerá com os de Mucajaí e Pacaraima. O hospital de Caroebe foi inaugurado no final do ano passado.

Publicado em Notícias

Cerca de 100 mil pessoas serão beneficiadas ao final da 4ª etapa da obra de ampliação do sistema de esgotamento sanitário, realizada pelo Governo de Roraima, por meio da Seinf (Secretaria de Infraestrutura). A obra, 95% executada, deve ser concluída em junho e deixará Boa Vista com 90% de cobertura no saneamento básico. A capital já é a 1ª da Região Norte no quesito.

 Atualmente, a obra da 4ª etapa avança na Avenida Ataíde Teive. No total, serão atendidos nesta etapa os moradores dos bairros Jardim Tropical, Nova Canaã, Jóquei Clube, Raiar do Sol, Nova Cidade, Jardim Caranã, Caimbé, União, Pintolândia e parte dos bairros Asa Branca, Tancredo Neves, São Vicente e Centenário.

Conforme o secretário estadual de Infraestrutura, Edilson Lima, o trabalho em proporcionar saneamento básico é preocupação frequente da gestão do governador Antonio Denarium e a ação é contínua nas obras de esgotamento.

 “Inauguramos no ano passado a 5ª etapa da obra de ampliação do sistema de esgotamento sanitário. Estamos concluindo a 4ª, que passará a cobrir 90% da população de Boa Vista. Além disso, o Governo de Roraima já trabalha com a possibilidade de em 2021 apresentar o projeto da 6ª etapa, o que deixará 100% da capital com atendimento da rede de esgotamento sanitário.

Faz parte também da 4ª etapa a construção de quatro estações elevatórias, que ficam nos bairros União, São Bento, Nova Canaã e na margem do Igarapé Wai Grande.

Publicado em Notícias

Enquanto o Parque Anauá está fechado para evitar aglomerações por conta do contágio do Coronavírus (COVID-19), o Governo do Estado está com obras de revitalização do espaço público, que vão proporcionar mais conforto e lazer para a população assim que forem concluídas.

Somente as pessoas que trabalham no local estão tendo acesso, seguindo todas as normas de segurança e de prevenção ao Coronavírus. A obra de revitalização realizada pelo Governo de Roraima, por meio da Seinf (Secretaria de Infraestrutura), vai oferecer mais opções esportivas.

Está dividida em duas etapas. A primeira está nos últimos ajustes e compreende uma lanchonete, duas quadras poliesportivas cobertas, um campo de futebol society, uma pista pavimentada para cooper, um relógio solar em granito, além da urbanização do local.

A segunda etapa está 28% concluída e está na fase de colocação da camada de brita na pista de atletismo. A pista de oito raias será dentro dos padrões do Comitê Olímpico Internacional (COI). Após a brita, serão colocadas as telas de aço, concreto e por último o material emborrachado.

A previsão de conclusão da segunda etapa é no segundo semestre deste ano de 2020, que terá ainda uma academia, campo de futebol gramado e complementação da pista pavimentada para Cooper, arquibancadas ecológicas para os campos, uma guarita para segurança dos usuários e urbanização.

De acordo com o secretário de Infraestrutura, Edilson Lima, a obra é reflexo da preocupação do governador Antonio Denarium em concluir os trabalhos em andamento.

“O governador Antonio Denarium determinou, assim que assumiu a gestão estadual, que todas as obras em andamento deveriam ser concluídas. Estamos trabalhando para isso e outras obras que ainda serão realizadas em variadas áreas e no esporte também”, declarou o secretário.

Sobre as obras citadas pelo secretário, uma emblemática do esporte é a do Canarinho, que oito anos depois de iniciada e passada por outras gestões, foi inaugurada este ano em duelo pela Copa do Brasil entre São Raimundo e Cruzeiro. Por enquanto, o Estádio foi cedido para a montagem de um hospital de retaguarda que serve de auxílio ao enfrentamento ao Coronavírus. Outra obra, a da Praça Poliesportiva Félix Rodrigues, na Vila Trairão (Amajari), foi concluída e inaugurada no ano passado.

Ainda no Parque Anauá, está prevista a obra de reforma do Ginásio Totozão. O trabalho está na fase de elaboração do projeto e os recursos serão de emenda do deputado federal Haroldo da Cathedral.

RECURSOS – Para a realização das duas etapas da obra de revitalização do Parque Anauá, os recursos previstos são de R$ 14 milhões de emenda do deputado federal Jhonatan de Jesus/Ministério dos Esportes.

Publicado em Notícias

Por meio da Seinf (Secretaria de Infraestrutura), o Governo de Roraima trabalha na recuperação e reconstrução de pontes de madeira para melhorar a trafegabilidade das estradas. No total (entre as construídas, as que estão com obras em andamento e as próximas a serem executadas), são mais de 70 pontes na atual gestão do governador Antonio Denarium. Nesse universo, há também pontes de concreto.

No município de Cantá, já foram construídas 19 pontes de madeira e atualmente estão sendo reconstruídas cinco na vicinal 2 do Picadão e outra na região do Haras.  Em Mucajaí, as vicinais 2 e Embrapa foram beneficiadas recentemente com cinco pontes novas de madeira.

Outras 10 pontes de madeira, atualmente com o processo licitatório na fase interna, serão recuperadas nas vicinais 8, Jacamim 1, 7, Tatajuba, RR-207 e Serra Grande 1 e 2 (Cantá), além da vicinal da Estação Ecológica de Maracá (em Alto Alegre).

Há também um plano de manutenção de pontes de madeira que vai beneficiar os 15 municípios de Roraima em 27 pontes. Na reta final de licitação, a obra será dividida em três lotes. De acordo com o secretário estadual de Infraestrutura, Edilson Lima, a melhoria nas pontes é uma das prioridades do Governo de Roraima na trafegabilidade terrestre.

“Pontes de qualidade é uma das principais metas do governador Antonio Denarium para melhorar as condições da população que necessita usá-las diariamente e para melhorar as condições de tráfego dos agricultores que precisam escoar os produtos. O trabalho não para. Enquanto há pontes em construção, há o processo licitatório de outras que ainda serão construídas” afirmou o secretário.

 Pontes de concreto

A RR-325 (Mucajaí-Alto Alegre) teve uma ponte de madeira reconstruída e terá cinco novas pontes de concreto, via dupla, que serão construídas na rodovia estadual. O processo licitatório foi concluído e o próximo passo é a formalização do contrato com a empresa que realizará a obra.

Para a realização das obras de melhorias das pontes, o Governo de Roraima conta com recursos próprios do Estado e emendas dos deputados estaduais. 

Publicado em Notícias

A instalação dos painéis solares, para o consumo de energia solar, marca a reta final da obra da Nova Sede do Instituto de Pesos e Medidas de Roraima (Ipem-RR), iniciada na atual gestão do Governo do Estado, do governador Antonio Denarium.

Por conta do combate e prevenção ao Novo Coronavírus (COVID-19), a obra segue com número reduzido de trabalhadores para que não haja aglomeração. A construção tem fiscalização da SEINF (Secretaria de Infraestrutura).

Com recursos de R$ 3 milhões do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), a previsão de conclusão da obra é no final de maio deste ano.

Publicado em Notícias
Página 1 de 6