Mostrando itens por marcador: Governo de Roraima

Os cinco mil assentos do Estádio Flamarion Vasconcelos, mais conhecido como Canarinho, estavam todos ocupados durante a partida acirrada da primeira fase da Copa do Brasil, entre São Raimundo e Cruzeiro, que marcou a reinauguração do local na noite desta quinta-feira, 13.

A obra foi finalmente concluída, após quase oito anos parada. A reforma chegou ao fim graças ao empenho do Governo de Roraima em devolver o espaço para a população que a partir de agora volta a receber competições oficiais e eventos esportivos escolares.  

O jogo foi marcado por momentos de tensão e alegria entre os torcedores, que acompanhavam atentos os principais lances. Enquanto os jogadores davam o seu melhor em campo, na arquibancada os torcedores não paravam nenhum instante.

Carlos Mesquita não escondeu o entusiasmo de ver o São Raimundo, seu time do coração, em campo.

“Acompanhar a partida no Canarinho é uma alegria. Há anos aguardávamos a reinauguração do estádio para ver um jogo aqui novamente. Esse local faz parte da história do esporte roraimense”, disse, emocionado, o torcedor.

E para quem pensa que futebol é apenas um hobby masculino, a disputa mostrou o contrário. O público feminino também marcou presença no estádio Canarinho. Lucia Magalhães foi acompanhada do marido e do filho. Ela confessou ser apaixonada por futebol, o que motivou a empresária a assistir a disputa.

“Estar em um estádio com uma estrutura nova, assistindo uma partida de futebol é uma sensação indescritível. Quando começaram a vender o ingresso, não perdemos tempo e compramos logo para garantir”, falou.

Em meio à torcida organizada, Luiz Paiva apareceu todo caracterizado para aproveitar o jogo. Com a camisa do Cruzeiro, ele não se intimidou com a torcida adversária, em maior número no estádio.

“Torcedor é torcedor. É precioso de fôlego para agitar a arquibancada e animar os jogadores. Mesmo com torcedores adversários em maior número, não ficamos por baixo”, relatou.

Outro espectador do jogo, Vinícius Melo saiu satisfeito por assistir à partida na estrutura nova do estádio Canarinho. “Foi agradável assistir ao jogo no Canarinho. Que venham mais jogos para que possamos assistir de perto com todo conforto que o estádio oferece. Parabéns ao Governo de Roraima por finalizar a obra que era bastante aguardada pela população”, complementou.

A OBRA - Antes de voltar a ser o principal palco do futebol roraimense, o novo Canarinho passou por uma longa reforma, com diversas paralisações. A obra do estádio estava paralisada quando o governador Antonio Denarium assumiu o Governo de Roraima.

“O Governo de Roraima conseguiu concluir a reforma e trazer novamente ao roraimense o principal palco do futebol local. É um compromisso com o dinheiro público. Obra que estava paralisada, que retomamos em junho do ano passado e entregamos em oito meses”, afirmou o governador.

A obra teve um investimento total de R$ 34 milhões, recursos do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento). Para se tornar possível o retorno do Canarinho, que até junho passado estava apenas 70% concluído, levando em consideração que a reforma iniciou em 2012.

Um trabalho intenso foi realizado para que o estádio voltasse a ser usado em apenas oito meses de reforma. O jogo que marcou a reinauguração contou com refletores em cima das arquibancadas, algo que não tinha no antigo Canarinho.

Os jogadores dos dois times poderão se aquecer em vestiários confortáveis com grama sintética para aquecimento, outra novidade do novo Canarinho. Os atletas que estiverem esperando a oportunidade para entrar em campo, estarão sentados em um banco de reservas mais confortável, em cadeiras individuais almofadadas, algo também inédito no estádio roraimense.

FIM DE JOGO

São Raimundo e Cruzeiro ficam no 2 a 2 e time mineiro avança na competição

O Cruzeiro avançou para a próxima fase da Copa do Brasil após empate em 2 a 2 com o São Raimundo. Vera Cruz e Stanley marcaram para o time roraimense, enquanto Edu e Alexandre Jesus fizeram os gols da classificação da Raposa.

Cinco mil pessoas assistiram ao duelo que marcou a reinauguração do principal estádio de Roraima.

O primeiro tempo foi equilibrado. O São Raimundo, com o apoio da maioria da torcida, tentava impor ritmo mais intenso. Até porque precisava da vitória para se classificar. O Cruzeiro, que poderia avançar até com um empate, cadenciava mais o jogo, mas em ligações rápidas levava perigo ao adversário nos contra-ataques.

O Cruzeiro quase abre o placar aos 16 minutos com a bola na trave de Jhonatan Robert. Vera Cruz, aos 25 minutos, arrancou o grito de gol da torcida do São Raimundo, aproveitando resvalada de Belão após cobrança de falta.

Aos 33 minutos um balde de água fria na torcida roraimense. Depois de uma cobrança de escanteio, Edu ganha dividida e bate cruzado para empatar o jogo: festa da torcida mineira.

No segundo tempo, o São Raimundo retornou com a linha avançada para tentar pressionar o Cruzeiro. Mas, aos 4 minutos, a Raposa virou o jogo em rápido contra-ataque que terminou com o gol de Alexandre Jesus: 2 a 1 para o time mineiro.

Para botar fogo no jogo, o treinador Chiquinho Viana atendeu ao pedido da torcida e colocou o jogador Stanley no lugar de Vanilson aos 18 minutos. Um minuto depois o atacante correspondeu aos torcedores e empatou o duelo com um golaço de primeira.

O São Raimundo melhorou após o empate e tinha mais volume de jogo. Aos 32 minutos, Edu, do Cruzeiro, após entrada dura em Stanley, recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso de campo. A reta final foi dramática com o Mundão tentando o gol da classificação, mas não soube aproveitar a oportunidade de ter um homem a mais. O Cruzeiro bem compactado, garantiu o empate de 2 x 2 e a vaga para a próxima fase da Copa do Brasil.

Presente no estádio, o governador Antonio Denarium comemorou a partida e elogiou o empenho do São Raimundo, que "fez bonito para o público roraimense".

"Agora a nossa população tem um novo Canarinho. Foi uma emoção muito grande ouvir e ver os torcedores nesse que voltou a ser o palco esportivo do nosso Estado", enfatizou Denarium.

Publicado em Notícias

O dia 13 de fevereiro de 2020 ficará marcado na história do Esporte Roraimense. A reinauguração do Estádio Flamarion Vasconcelos, obra que iniciou em 2012, e passou por diversos governos sem ser finalizada, foi concluída, graças a determinação da atual gestão, que aceitou o desafio e em apenas oito meses, entregou o principal estádio de Roraima de volta para a população.

O evento contou com a presença dos filhos do homenageado, o jornalista esportivo Flamarion Vasconcelos, que dá nome ao estádio.

Carinhosamente apelidado de Canarinho em homenagem a Seleção Brasileira de Futebol, imortalizada pela camisa “amarelo canarinho”, o estádio também deu nome ao bairro em que está situado.

"O Estádio era para ser sub sede da Copa do Mundo de 2014, onde recursos públicos foram aplicados e o benefício não chegou à sociedade, então é uma honra, como gestor, ver que estamos aplicando de forma correta o dinheiro público", ponderou o governador Antonio Denarium.

E o reencontro da torcida com o novo Canarinho, não poderia ser melhor: com o jogo pela primeira fase da Copa do Brasil entre São Raimundo e Cruzeiro.

Pelo menos 5 mil pessoas estarão presentes na arquibancada do Estádio para acompanhar a partida. É a primeira vez que o time mineiro joga em Roraima.

A secretária de Educação, Leila Perussolo frisou a importância que o Canarinho terá para o Estado.

"Recebemos tudo com muita satisfação! É um estádio que está voltando para a comunidade, alimentando o sonho dos nossos alunos e juventude roraimense. A Secretaria passa a fazer a administração com foco nos jogos e treinamentos oficiais. Teremos belíssimas partidas daqui para frente", comemorou Leila.

HOMENAGEM- Não só a partida marca esse dia especial. Especialmente para Nattacha Vasconcelos, filha do homenageado, este é um momento para honrar o legado do pai.

"Além da família, atletas e profissionais da imprensa se sentem presenteados porque meu pai usou a profissão dele para valorizar o esporte local e ver o nome dele eternizado no Estádio é emocionante", pontuou.

Primeiramente, o Estádio tinha o nome 13 de Setembro, quando foi inaugurado em 1975. Anos depois, foi rebatizado com o nome do jornalista que ficou conhecido pelas coberturas esportivas.

INVESTIMENTO- A obra custou R$ 34 milhões, sendo R$ 27 milhões provenientes da União e outros R$ 7 milhões do Governo do Estado. O novo estádio representa um marco para o futebol roraimense, conforme frisou o secretário de Infraestrutura, Edilson Damião.

“Entre as obras paradas ela era até um símbolo e todos estavam descrentes, mas hoje estamos entregando essa obra para a população”, disse.

Publicado em Notícias

O que parecia distante e causava certa descrença à sociedade, tornou-se possível e tem data para se tornar realidade: a volta do Estádio Flamarion Vasconcelos, o famoso Canarinho. O Governo de Roraima reinaugura nesta quinta-feira, 13, o principal palco do futebol roraimense após uma longa reforma, iniciada em 2012 e atravessou três gestões, mas agora está pronto para sediar o encontro do maior campeão roraimense na era profissional com o time que tem mais títulos da Copa do Brasil: São Raimundo x Cruzeiro.

O jogo da primeira fase da Copa do Brasil terá cerca de cinco mil pessoas na plateia, que agora pode assistir aos jogos em cadeiras confortáveis, em substituição ao antigo piso duro e gelado do Canarinho antes da reforma. O novo Canarinho tem inclusive assentos para obesos e

PNE (portadores de necessidades especiais).

Antes de voltar a ser o principal palco do futebol roraimense, o novo Canarinho passou por uma longa reforma, com diversas paralisações e gestões (três no total). A obra do estádio estava paralisada quando o governador Antonio Denarium assumiu o Governo de Roraima. Ele relembra o caminho até hoje e fala da importância do retorno do estádio.

 “É uma obra que tem o convênio de 2010. Após 10 anos, o Governo de Roraima consegue concluir a reforma e trazer novamente ao roraimense o principal palco do futebol local. É um compromisso com o dinheiro público. Obra que estava paralisada, que retomamos em junho do ano passado e entregamos em oito meses”, afirmou o governador.

Sobre o respeito ao dinheiro público citado pelo governador, a obra teve um investimento total de R$ 34 milhões, recursos do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento). Para se tornar possível o retorno do Canarinho, que até junho passado estava apenas 70% concluído, levando em consideração que a reforma iniciou em 2012. Um trabalho intenso foi realizado para que o estádio voltasse a ser usado em apenas oito meses de reforma, como afirma o secretário de Infraestrutura, Edilson Damião Lima.

“A reforma do Canarinho retornou em junho do ano passado, após a assinatura da ordem de serviço feita pelo governador Antonio Denarium. Os trabalhos não pararam e foram intensificados para o jogo do São Raimundo e Cruzeiro. Cerca de 100 homens trabalharam nos últimos dias para deixar tudo pronto para o jogo. A sociedade roraimense e o futebol local recebem um estádio reformado, moderno e confortável” afirmou o secretário.

O jogo entre São Raimundo-RR (maior campeão estadual com oito títulos na era profissional, empatado com o Atlético Roraima) e Cruzeiro (levantou mais vezes a taça da Copa do Brasil – seis oportunidades), será às 20h30 (horário local), com uma iluminação moderna (de LED), inclusive com refletores em cima das arquibancadas, algo que não tinha no antigo Canarinho.

Os jogadores dos dois times poderão se aquecer em vestiários confortáveis com grama sintética para aquecimento, outra novidade do novo Canarinho. Os atletas que estiverem esperando a oportunidade para entrar em campo, estarão sentados em um banco de reservas mais confortável, em cadeiras individuais e uma espécie de colchão para sentar, algo também inédito no estádio roraimense.

 O que mais tem de infraestrutura no Canarinho

 Sala para administração; quatro salas para federações; uma sala para equipe de imprensa; cabines de imprensa; cinco conjuntos de banheiros para o público e depósitos.

O Canarinho tem ainda um conjunto de banheiros para profissionais em geral; 12 bares/lanchonetes; acesso por rampas laterais e um elevador, que ainda está sendo transportado e chegará a Roraima nos próximos dias.

Ainda na estrutura do Canarinho, há sistema de irrigação do campo de futebol; e sistema de iluminação composto por 200 luminárias de 1000w. Há também urbanização externa e sistema de iluminação externa com postes e luminárias (energia solar). O placar do jogo foi reformado e é manual.

 Cerimônia oficial de reinauguração

Antes da partida, às 15h30, o governador Antonio Denarium fará a reinauguração do Estádio Canarinho de forma oficial para convidados no estádio.

Acesso ao Canarinho

O Detran-RR (Departamento Estadual de Trânsito de Roraima) disponibilizará duas viaturas para organizar o fluxo de veículos nas avenidas Ville Roy e Juscelino Kubitschek.

Publicado em Notícias

O governador Antonio Denarium inaugurou, na manhã dessa sexta-feira, 7, a nova sede da Delegacia Regional de Polícia Civil de Caracaraí e anunciou a construção de outras unidades policiais.  O prédio estava em construção há sete anos e, em virtude de problemas em governos anteriores, foi finalizado apenas este ano.

Com dois pisos, acessibilidade e 18 ambientes de trabalho, a Delegacia vai abrigar também a Ciretran  (Circunscrição Regional de Trânsito), do Detran (Departamento de Trânsito), e uma Sala Lilás, de apoio às mulheres e crianças vítimas de abuso sexual e violência doméstica, coordenado pela Setrabes (Secretaria de Trabalho e Bem-Estar Social), por meio da Coordenação de Políticas Públicas para Mulheres.

Uma multidão prestigiou o evento e participou da ação social que promoveu uma gama de serviços ofertados pelo Governo na área de saúde, com atendimento médico clínico e especializado, tais como cardiologia, ginecologia e oftalmologia. Além disso, houve a entrega de títulos definitivos pelo Iteraima (Instituto de Terra de Roraima) e emissão de carteiras de Identidade pelo IIOC (Instituto de Identificação Odílio Cruz).

O secretário de Infraestrutura, Edilson Damião Lima, destacou que o prédio era mais uma das obras que a atual gestão estadual encontrou parada.

“Uma obra que vinha se arrastando desde 2013. Dentro da linha de trabalho do governador Antonio Denarium em respeitar o dinheiro público, ele determinou a retomada da obra e a Seinf pôde realizar o trabalho, concluindo a construção da Delegacia de Caracaraí. Foram sete anos de espera", destacou.

Para o delegado titular de Caracaraí, Francisco Araújo, a nova sede da Delegacia Regional era um anseio antigo e que se tornou uma realidade.

“Foram anos esperando a conclusão dessa obra. Trabalhávamos em um local horrível, sem condições, bastante deteriorado e hoje recebemos um prédio dessa envergadura; o que nos traz a certeza de que estamos avançando e que quem ganha com isso é o cidadão”, disse.

De acordo com a prefeita da cidade, Socorro Guerra, a nova unidade será de grande utilidade para o município. Ela lembrou que nos últimos anos a população de Caracaraí enfrentou situações difíceis na Delegacia que não tinha estrutura para trabalhar.

“Atualmente, devido à parceria que temos entre o Governo de Roraima, a Prefeitura do município e a Polícia Civil, a sociedade local somente tem a ganhar com o bem-estar que estaremos ofertando à população”, ressaltou.

ALTO PADRÃO

O delegado geral, Herbert de Amorim Cardoso, destacou que a nova Delegacia tem uma filosofia “cidadã”, com uma arquitetura de alto padrão e vai proporcionar um melhor atendimento ao cidadão e mais comodidade aos servidores.

“Foram sete anos em que essa obra se arrastou, causando muitos transtornos. Mas vivemos outra realidade, graças à intervenção do governador Antonio Denarium, que determinou celeridade nos trâmites para que hoje essa obra fosse entregue. Teremos atendimento especializado aqui, com a Sala Lilás, com uma brinquedoteca, que vai permitir a escuta qualificada das mulheres vítimas de violência doméstica e um ambiente mais acolhedor para vítimas de violência sexual”, destacou.

Para o secretário de Segurança Pública, coronel Olivan Júnior, houve um grande empenho do governador Antonio Denarium e do delegado geral, pelo compromisso em trabalhar para que a obra da Delegacia Regional de Caracaraí fosse concluída.

“É uma conquista para o governo, que tanto se empenhou para que essa obra fosse concluída. Essa obra é um exemplo de modernidade, com uma capacidade para atender a população. É um passo significativo para as outras ações que vão acontecer, e quem ganhar é a população”, disse.

BLOCO DE OBRAS

Antonio Denarium reafirmou o compromisso de seu Governo com a Segurança Pública. Ele destacou que realizou um levantamento para saber as condições das obras inacabadas. O governador disse ter constatado que várias obras ligadas ao Sistema de Segurança Pública estavam inacabadas e se arrastavam há anos.

“É o caso da Delegacia de Caracaraí, que hoje entregamos à sociedade. Vamos inaugurar, em abril, o 1º Distrito Policial, que enfrentava o mesmo problema. Vamos retomar a obra do 2º DP, que há anos está parada, e iniciar outras obras relacionadas à Polícia Civil. É o caso do IML em Rorainópolis, que vai desafogar os serviços na Capital. Vamos reformar todas as delegacias de Roraima, pois pretendemos ofertar a melhor estrutura em segurança para a nossa população”, disse.

Denarium anunciou ainda que está em trâmite processo de licitação para aquisição de 120 novas viaturas que atenderão a Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros Militar. Também serão adquiridas 100 novas motocicletas, 300 fuzis, 1500 pistolas, coletes balísticos e munições letais e não letais.

“As forças de Segurança que atuam em Roraima estão realizando um trabalho incansável para a redução da criminalidade, já é possível aferir a queda no número de crimes violentos no Estado. Entretanto, importante destacar que estamos trabalhando com austeridade e acabando com o excesso, com o desperdício, acabando com a corrupção e aplicando corretamente o dinheiro público. Esse é o nosso compromisso. Estamos apoiando a Segurança Pública”, afirmou.

NOVA DELEGACIA – A nova Delegacia foi inaugurada com novas mobílias, centrais de ar, computadores e impressoras adquiridos com recursos do Estado. O prédio dispõe de uma arquitetura similar a do 5º Distrito Policial, em Boa Vista. A obra tem dois pisos, com acessibilidade, contando com 18 ambientes de trabalho, tais como recepção, salas de delegados, cartórios para oitivas, salas para o Setor de Operações, sala para identificação civil e criminal, auditório, salas de contenção para o acautelamento de presos, alojamentos masculino e feminino, copa, além de banheiros e estacionamento.

A Delegacia Regional de Caracaraí começou a ser construída no ano de 2013 e a obra original foi orçada em R$ 1.718.526,00. A partir de 2015, as obras ficaram paradas e o contrato foi rescindido em setembro de 2016, com aplicação de multa à empresa. Entretanto, no primeiro contrato, foi aplicado o valor de R$ 287.240,00 na construção.

No final de 2017, foi realizada uma nova licitação por R$ 1.080.184,34, tendo o novo contrato sido assinado no ano de 2018, mas, somente em 2019, é que os trabalhos na obra foram retomados. O valor da construção teve uma redução em razão da desoneração tributária, promovida pelo Governo Federal, após a licitação da obra. Assim, para a conclusão da Delegacia Regional de Caracaraí, o Governo de Roraima investiu aproximadamente R$ 1.650.000,00, entre obras e equipamentos.

O governador Antonio Denarium autorizou a liberação de recursos para a aquisição de centrais de ar, computadores e impressoras, que foram entregues juntamente com o novo prédio. 

A obra e os novos mobiliários foram adquiridos com recursos do Proinvest (Um programa do Governo Federal com o objetivo de permitir que os Estados tenham condições de acessar crédito com juros baixos e prazos longos), gerenciado pelo Banco do Brasil.

CONVÊNIO COM A CIRETRAN - Durante a inauguração, foi assinado o Termo de Convênio de Cooperação Técnica pelo Governo de Roraima, entre o Detran e a Polícia Civil, que permite abrigar na Delegacia de Caracaraí a Ciretran.

Para o diretor-presidente do Detran, Igo Brasil, o acordo visa dar mais comodidade à população de Caracaraí e aos servidores, além de otimizar custos.

“Com esse acordo de cooperação técnica, os custos são divididos entre o Detran e a Polícia Civil e, com isso, conseguimos fazer um atendimentos com mais qualidade à população”, disse.

Publicado em Notícias

O Governo de Roraima trabalha com a previsão de iniciar já no próximo mês as obras dos Blocos A, C e D do HGR (Hospital Geral de Roraima), além de abrir o processo licitatório para contratação da empresa que irá concluir o Bloco E, anexo ao HGR. A informação foi dada pelo secretário estadual de Infraestrutura, Edilson Damião Lima, nesse sábado (25), no programa Pelo Brasil, apresentado pelo radialista Bernardo Silva, na Rádio Parente FM.

“Uma das primeiras preocupações do governador Antonio Denarium, quando assumiu a nova gestão, foi resolver a questão da infraestrutura na saúde, e o Hospital Geral faz parte disso. Já há empresas contratadas para a reforma dos Blocos A, C e D, que deve começar no próximo mês”, afirmou o secretário.

As obras de reforma dos anexos citados na entrevista passaram pelo processo licitatório, e o próximo passo é a assinatura da ordem de serviço. Os blocos A e D serão reformados com recursos de emenda do deputado federal Jhonatan de Jesus, nos valores de R$ 1,7 milhão e cerca de R$ 900 mil, respectivamente. Na reforma do Bloco C (Cardiologia e Área de Convivência) serão investidos R$ 773 mil, provenientes de emenda da ex-senadora Ângela Portela.

Sobre o Bloco E, conhecido como Anexo do HGR, o secretário de Infraestrutura informou que está em fase de ajustes contratuais. O projeto inicial, orçado em R$ 35 milhões, não contemplava serviços essenciais que faltavam no projeto original, como: Sistemas de Proteção de Descargas Atmosféricas, Subestações de Energia, Grupos Geradores, Rampa de Saída de Emergência, Climatização, Gases Medicinais, entre outros.

“Um novo projeto foi feito, para incluir os itens obrigatórios, orçado em R$ 15 milhões, e deverá ter o processo licitatório aberto para a contratação das empresas no próximo mês de fevereiro. A previsão é que a obra seja concluída em setembro deste ano”, afirmou o secretário. 

Também no HGR, o Governo de Roraima realiza a obra de reforma do Bloco B (Pneumologia e Infectologia), com previsão de conclusão agora no primeiro semestre. Os recursos investidos são no valor de R$ 1.085.308,25, de emenda parlamentar da ex-senadora Ângela Portela.

Outra obra que ocorre no HGR, também prevista para conclusão no primeiro semestre, é a de expansão do Grande Trauma. Com a ampliação, passará a ter 52 leitos. Os recursos são de emenda parlamentar do deputado Federal Hiran Gonçalves, no valor de R$ 2.714.857,53.

 

Novas obras na área de saúde serão licitadas

O Governo de Roraima começou o ano com sete projetos aprovados com a Caixa Econômica para o processo licitatório. Os projetos, que aguardavam a aprovação desde 2017, foram ajustados pela equipe técnica da Secretaria de Infraestrutura e, enfim, poderão ser executados. A realização dessas obras resultará na ampliação do atendimento em saúde à população.

Os projetos aprovados são: Reforma do Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth (Centros cirúrgico e de materiais esterilizados, além do laboratório), recursos no valor de R$ 2.367.960; Ampliação do Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth, com construção de UTI Neonatal (R$ 2.820.404); Ampliação da Unidade de Hematologia e Hemoterapia do Hemocentro (R$ 404.000); e Reforma do Telhado do Hemocentro (R$ 321.30).  Os investimentos a serem aplicados são resultantes de emenda da ex-senadora Ângela Portela.

De emenda do ex-deputado federal Remídio Monai, há dois projetos aprovados e que devem entrar no processo de licitação nos próximos dias: Reforma do Hospital Vereador J. Guedes Catão, em Mucajaí (R$ 2.840.522), e a Reforma do Hospital Délio Oliveira Tupinambá, em Pacaraima (R$ 2.443. 522).

Outro projeto aprovado é o do ex-deputado federal Carlos Andrade para a Ampliação do Hospital Coronel Mota e Reforma no Bloco Ortopédico (R$ 1.860.424). Uma oitava possível obra é a reforma da Unidade Mista de Saúde de São João da Baliza, que está na fase de projeto para passar por aprovação. Os recursos, no valor de R$900 mil, são de emenda do deputado federal Jhonatan de Jesus.

 

Outras importantes obras

Durante a entrevista, o secretário falou também da obra de reforma do Estádio Canarinho, que está na fase final, e da obra da caixa d’agua do bairro Cidade Satélite.

A tubulação necessária para a conclusão da caixa d’agua está sendo transportada via terrestre de São Paulo para Boa Vista. Após a chegada, a obra, que está 90% executada, poderá ser concluída. A previsão é de finalização no próximo mês de março.

Publicado em Notícias

Durante visita técnica às obras de reforma do Estádio Flamarion Vasconcelos, o Canarinho, na manhã deste sábado, 11, o governador Antonio Denarium confirmou a inauguração do palco esportivo para o dia 13 de fevereiro, na partida entre São Raimundo e Cruzeiro, pela Copa do Brasil. O anúncio foi feito na presença da imprensa, autoridades civis e militares, representantes das Federações e de clubes de futebol de Roraima.

Iniciada em 2012 e paralisada inúmeras vezes ao longo de sete anos, coube ao governador Antonio Denarium concluir a obra de reforma do Canarinho, a principal arena do Estado, que no novo projeto, terá cerca de cinco mil modernas cadeiras para o público, em substituição às arquibancadas de concreto.

A atual gestão herdou cerca de 50 obras paralisadas e abandonadas no Estado, sendo a do Estádio Canarinho a mais emblemática e que tinha estava apenas 70% concluída, após todos esses anos. Em junho de 2019 o governador assinou a ordem de serviço para a retomada da obra e agora, ela finalmente será entregue à população roraimense. Além da conclusão da obra do Canarinho, Denarium também anunciou a reforma do Ribeirão.

“A obra do Estádio Canarinho foi anunciada para ele ser usado como subsede na Copa do Mundo de 2014. Não saiu, vamos deixar tudo pronto para o jogo do São Raimundo e Cruzeiro pela Copa do Brasil. Pegamos uma situação de muitas obras paradas e temos o compromisso de finalizar todas. Além disso, vamos reformar o Estádio Ribeirão para ser usado pelo futebol amador”, afirmou o governador.

Se contar o tempo em que o a obra do Novo Canarinho estava no papel, quando virou convênio em 2010, são dez anos de espera. Hoje 95% concluída, a obra avança para a sua conclusão, segundo o secretário Edilson Damião Lima.

“A obra do Canarinho entra em uma fase importante com a instalação das cadeiras. O gramado passa por reforma e ganhará um novo “tapete”, que contará com drenagem e irrigadores modernos. Parte dos refletores estão sendo instalados em uma nova área, na cobertura do estádio. São cerca de 100 homens trabalhando para concluir a obra”, afirmou o secretário.

O presidente da Federação Roraimense de Futebol, Zeca Xaud, que esperava um novo estádio há dez anos, falou sobre a expectativa em ver a volta da torcida roraimense aos jogos no Estádio mais importante do Estado, modernizado e voltando a ser opção de lazer, contribuindo para a evolução do futebol de Roraima.

“É vantagem para o torcedor que terá conforto e para os jogadores, que com um campo bom terão condições melhores para jogar futebol. Será a volta da torcida roraimense aos jogos, O governador pegou esse bastão [analogia a uma corrida de revezamento] e vai conseguir concluir essa obra tão importante para o futebol roraimense”, destacou Xaud.

O presidente do São Raimundo-RR, Sérgio Caranguejo, viveu a triste rotina nos últimos oito anos [período de frequentes participações do Mundão em competições nacionais] de não saber se teria casa pra jogar. Ou, pior, teve que exercer o mando de campo em Manaus, Amazonas. Sem falar a estranha história de jogar sem torcida.

“Nós jogamos umas duas Copa do Brasil com portões fechados. Isso prejudica demais o clube, os jogadores, a torcida. Agora estamos confiantes que isso vai acabar e na expectativa de ver o São Raimundo jogando contra o Cruzeiro no nosso Canarinho”, afirmou Caranguejo.

Participaram da visita técnica ao Canarinho os senadores Chico Rodrigues e Mecias de Jesus, os deputados federais Jhonatan de Jesus e Otaci Nascimento, o presidente da Assembleia Jalser Renier, além dos deputados estaduais Renan Filho e Jeferson Alves, assim como secretários estaduais.

Veja o que mais tem no Canarinho

O Estádio Canarinho conta ainda com 2 depósitos; 1 sala para administração; 4 salas para federações; 1 sala para equipe de imprensa; 5 conjuntos de banheiros para o público; 1 conjunto de banheiros para profissionais em geral; 12 bares/lanchonetes; Acesso por rampas laterais e elevador, possibilitando o total acesso a cadeirantes; Sistema de irrigação do campo; e Sistema de iluminação composto por 200 luminárias de 1000w. Há também urbanização externa e sistema de iluminação com postes e luminárias alimentados por energia solar.

INVESTIMENTO

Foram investidos até o momento, com reajustes, pois trata-se de uma obra antiga, o valor total de R$ 33.689.217,48. Os recursos são Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), com R$ 7.394.594,99 de contrapartida do Governo de Roraima.

Serão pagos ainda em torno de R$ 4 milhões até o final da obra.

Publicado em Notícias

A obra de reforma do bloco B (Pneumologia e Infectologia) do Hospital Geral de Roraima (HGR) está ganhando cada vez mais forma, avança, e tem a previsão de ser concluída já em fevereiro de 2020.

Com 23% executada, a obra realizada pelo Governo de Roraima e que iniciou no primeiro ano de gestão do governador Antonio Denarium, está na fase de pinturas e finalizou recentemente a retirada de portas e janelas, que serão trocadas, entre outros serviços.

Já estão concluídos os banheiros com cerâmicas novas e a instalação hidráulica, sendo que a elétrica está 50% concluída. O esgoto está em fase de finalização. As próximas fases da obra são a cobertura e a estrutura de combate a incêndios. O espaço do gás medicinal é outro a ser reformado.

Para a obra de reforma do Bloco B (Pneumologia e Infectologia) os recursos investidos são do valor de R$ 1.085.308,25, de emenda parlamentar da ex-senadora Ângela Portela (PDT).

Publicado em Notícias

Um dos pilares para uma boa gestão é a correta aplicação dos recursos públicos. Na infraestrutura, por exemplo, isso acarreta diretamente na realização de obras, sejam elas de construção, manutenção, reforma ou ampliação.

Fazer isso acontecer é o desafio da atual administração do Governo de Roraima. O cenário com cerca de 50 obras paradas encontradas em dezembro de 2018, época da intervenção federal, já faz parte do passado.

Quando assumiu o Governo de Roraima ainda como interventor em dezembro do ano passado, o atual governador, Antonio Denarium, se comprometeu em fazer as obras andarem, concluí-las, além de realizar novas melhorias de infraestrutura no Estado.

A Seinf (Secretaria Estadual de Infraestrutura) realiza atualmente mais de 20 obras em Roraima, sejam elas na saúde, segurança, estradas, saneamento básico, esporte, entre outras. Além disso, foram entregues obras importantes em 2019 e outra conquista foi o desbloqueio da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide), que é um recurso do imposto sobre o diesel e a gasolina que o Governo Federal repassa aos Estados para a manutenção de estradas e pontes.

Para o secretário estadual de Infraestrutura, Edilson Damião Lima, o primeiro ano foi de avanços na realização de obras e principalmente em preparar Roraima para novas obras, além da geração de empregos na construção civil.

“Reiniciamos várias obras, deixamos o Estado adimplente [possível de receber recursos, entre eles o da Cide], geramos empregos [construção civil] e estamos aptos para novos projetos ao longo de 2020. É um novo cenário. O governador Antonio Denarium determinou, assim que assumiu, que as obras paralisadas fossem retomadas,” afirmou Lima.

Na relação de obras importantes concluídas e inauguradas, estão: reforma geral dos blocos de Hematologia e Hemoterapia do Hemocentro; reforma e adaptação da estrutura física de Emergência do Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth (Maternidade); 5ª Etapa da obra de ampliação do Sistema de Esgotamento Sanitário, Feira Livre de Três Corações e Praça Félix Rodrigues, ambas no Amajari; Obra de revitalização do sistema de água e esgoto no município do Bonfim; reforma do bloco B da Pamc, além da inauguração da Reforma da Unidade de Saúde de Caroebe nos Blocos A e B, com ampliação.

Nas estradas, o destaque vai para as obras de recuperação que ocorrem atualmente, que inclui asfaltamento na RR-325 (Mucajaí Alto Alegre e a BR-174 sentido Norte (Venezuela). Além delas, estão previstas para 2020 a recuperação da RR-203 (Tepequém) e o asfaltamento da estrada que dá acesso à Vila do Trairão. Estão em fase de licitação o asfaltamento da Rodovia Estadual RR-342 (Tronco Taiano) e o projeto para manutenção de estradas e pontes das vicinais.

Cinco pontes de concreto via dupla, entre Mucajaí e Alto Algre, também serão construídas. Um processo em fase final de licitação prevê a manutenção e conservação por dois anos da RR-205, compreendendo o trecho da Rotatória do Bairro Cidade Satélite x Vila do Paredão.

Há também obras muito próximas de serem entregues à população, como a Delegacia de Caracaraí e a Escola Estadual 13 de setembro.

 

Obras Importantes na saúde com previsão para entrega em 2020

Para melhorar o serviço de saúde oferecido à população, obras são realizadas com previsão para entrega já no primeiro semestre de 2020, como: Maternidade de Rorainópolis, que amplia o Hospital Regional Sul Ottomar de Souza Pinto, Grande Trauma, e a Reforma do Bloco B (Pneumologia e Infectologia) do HGR (Hospital Geral de Roraima).

Para o segundo semestre, há a previsão de conclusão das obras de saúde do Hospital de Bonfim, que começou na atual gestão, Centro Estadual de Reabilitação Nível IV (CER IV) e Bloco E do HGR (Hospital Geral de Roraima).

 

Na Segurança, obras avançam

Obras necessárias para a segurança e melhoria do sistema prisional também ocorrem atualmente e têm a previsão para entrega em 2020.

No primeiro semestre há a previsão de entrega do Presídio de Rorainópolis, que se arrasta desde 2008. Outras com previsão de conclusão no decorrer do ano, são: Novo 1º Distrito Policial da capital Boa Vista, Novo Presídio Masculino, Cadeia Feminina, Cadeia Pública Masculina e a Ala A da Penitenciária Agrícola do Monte Cristo.

 

Melhorias em saneamento Básico não param

Água Tratada e Saneamento Básico são itens básicos para a qualidade de vida que o Governo de Roraima tem dado uma atenção especial.

Além da 5ª Etapa (Boa Vista) e Ampliação da Rede de Água (Bonfim), entregues esse ano, está em pleno andamento a 4ª Etapa da obra de ampliação do Sistema de Esgotamento Sanitário. Após a conclusão da 4º Etapa, com previsão para 2020, Boa Vista será coberta com 93% em saneamento básico.

A Caixa D’agua do Cidade Satélite, velha conhecida que nunca foi concluída, está na fase final (90%) e tem a previsão de ser concluída no início da 2020, beneficiando 10 mil residências e 40 mil pessoas.

 

Obras do Canarinho estão na fase final

Esporte é algo que o Governo valoriza. A obra do Estádio Canarinho, que há mais de 7 anos não vê uma bola rolando, avança e dever ser concluída em fevereiro de 2020. A Seinf aguarda a chegada das arquibancadas. Atualmente o Canarinho está na fase de pinturas, acabamentos e instalação de postes.

O Parque Anauá, tradicionalmente utilizado para a prática de esportes, ficará melhor ainda. Está prevista para o primeiro semestre a conclusão da obra de revitalização do Parque Anauá, que terá: duas quadras poliesportivas cobertas, um campo de futebol society, uma pista pavimentada para cooper e campo de futebol gramado, além de outras instalações.

 

Projetos para frente

A equipe de projetos da Seinf trabalha atualmente na elaboração de diversos projetos na área de educação (reformas e construção de escolas), saúde (reforma e ampliação de hospitais e unidades de saúde) e segurança (entre elas a construção do Instituto Médico Legal de Rorainópolis), dentre outros.

Publicado em Notícias
Quinta, 26 Dezembro 2019 13:51

Nova sede do Ipem - Obra entra na reta final

Tem mais prédio pertinho de ficar pronto. A obra da nova sede do Instituto de Pesos e Medidas de Roraima (Ipem-RR) entra na reta final (80% concluída), com a fase de pintura e acabamentos. A previsão é que seja finalizada no final de janeiro do ano que se aproxima.

A obra, realizada com recursos de R$ 3.048.726,65 do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), foi iniciada na atual gestão do Governo de Roraima, de Antonio Denarium.

Em um terreno com 4.900,00m², a nova sede do Ipem-RR terá salas, auditório (capacidade de até 63 pessoas), laboratórios, caixa d’água com capacidade de 11.000 litros, cisterna (até 20.000 litros).

A nova sede do Ipem-RR terá também espaço para vídeoconferência, estacionamento interno e externo, área gramada e banheiro para atendimento ao público, com acessibilidade.

Publicado em Notícias

O trabalho de recuperação da RR-325, que liga Mucajaí a Alto Alegre, segue com asfaltamento no trecho urbano da rodovia estadual. A obra, que estava paralisada desde o ano passado, foi retomada em novembro deste ano após assinatura do Termo de Retomada de Recuperação da RR-325, feita pelo governador Antonio Denarium.

Antes na fase de reciclagem do trecho urbano, a obra agora passa por pavimentação. O asfaltamento ainda não tinha iniciado porque era aguardado o material asfáltico e a melhoria do clima, que passou por chuvas recentemente.

A RR-325 receberá serviço de manutenção em 100% da rodovia. Estão incluídos 18 km de pavimentação totalmente nova, que atinge trechos urbanos dos dois municípios. O investimento inicial é de R$ R$ 5.800.000,00, oriundos do desbloqueio da Cide.

A obra de manutenção da rodovia RR-325 inclui ainda recuperação asfáltica com tapa buraco, sinalização horizontal e vertical, roçagem, entre outros serviços. A Rodovia atinge diretamente aos moradores e produtores da região de vicinais e vilas, como: Roxinho, Campos Novos, Samaúma, Boa Esperança, entre outras que ficam no caminho entre Mucajaí e Alto Alegre.
.
PONTES DE CONCRETO
.
A RR-325 será contemplada com cinco novas pontes de concreto. As obras estão na fase de licitação e devem iniciar no começo do próximo ano. Serão gastos em torno de R$ 7 milhões, com recursos de emendas parlamentares dos deputados estaduais.

As pontes são de mão dupla, o que possibilita mais trafegabilidade para quem usa esse trecho com pontes que permitem a passagem de dois veículos simultaneamente. As pontes serão construídas sob os igarapés que ficam nos Km 68, 72, 124, 131 e 134.

Publicado em Notícias
Página 1 de 4